5 dicas para uma viagem segura com idosos

Viajar é a melhor remédio para viver melhor e cada vez mais viajantes da terceira idade se valem dos benefícios terapêuticos de descobrir novos lugares. Segundo o Ministério do Turismo, cerca de 25% dos brasileiros na faixa etária acima dos 60 anos têm a intenção de viajar.

O Dr. Luiz Eduardo Sampaio, especialista em geriatria, dá algumas dicas sobre como fazer uma viagem segura com uma pessoa idosa. As recomendações, porém, são eficientes para viajantes de todas as idades: 

Vacinas
1) Ao escolher o destino, se informe se é preciso algum tipo de vacina. A ANVISA possui um site específico para essas orientações (http://portal.anvisa.gov.br/dicas-de-saude-para-viagem); 

Trombose
2) Observe o tempo de viagem e discuta com seu médico se é interessante algum tipo de prevenção contra trombose venosa (alguns pacientes são de alto risco); 

Remédios
3) Leve sempre medicamentos para uso de emergência (para febre, dor, vômitos, diarreia). Lembre-se que alguns remédios existentes no Brasil não existem no exterior (a dipirona por exemplo, muito usada aqui para dor e febre, é proibida nos Estados Unidos). E se você tem alergias, cuidado, pois algumas substâncias às vezes têm nome diferente em outro país (o paracetamol, por exemplo, é mais conhecido nos EUA como acetaminofeno); 

Vigilância Sanitária
4) Atenção especial com remédios de uso contínuo (para hipertensão, diabetes etc). A maioria dos remédios que no Brasil é comprado sem receita médica só consegue ser comprado com receita em alguns países. Para evitar problemas com alfândega e vigilância sanitária é prudente levar uma receita médica atualizada com todos os seus medicamentos de uso contínuo; 

Seguro saúde
5) Se for ao exterior faça sempre um seguro com cobertura médica e odontológica. Aqui no Brasil um estrangeiro que passe mal será atendido num hospital público sem problemas, mas fora daqui nem sempre isso acontece. Se previna pois uma conta hospitalar no exterior em dólar pode ser muito alta.

Para mais dicas de saúde, siga o Dr. Luiz Eduardo Sampaio no Instagram e Facebook.